Porta do Sol

Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência

Para contribuir com este projeto clique aqui

Brasil

Copyright © 2015 Porta do Sol - Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência.

 

Todos os direitos reservados.

 

O conteúdo deste site tem seus direitos reservados e protegidos pela lei nº 9.610/88 (lei de direitos autorais). Não é permitida a modificação ou a reprodução total ou parcial por quaisquer meios sem autorização prévia e formal do Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência Porta do Sol

NOVO TEMPO - registro do tempo

 

 

Estou feliz por poder me dirigir a vocês de forma direta. Hoje é 12 de maio de 2011 e acabo de chegar do Rio de Janeiro.

 

A Portinha Pedra Branca está fazendo dois anos e tive a grata surpresa de ver o novo site no ar, fruto do esforço conjunto do Núcleo Comunicação. Tudo isso logo após a nossa chegada da viagem ao Egito e em meio aos preparativos para a festa de Santo Antonio, no dia 13 de junho, em Mairinque.

 

Era justamente esse o santo católico que usava a Cruz Anck, a mesma que começamos a usar há cinco anos, em um Trabalho no Morro do Querosene, em São Paulo. Por essa razão festejamos a data um divisor de águas porque, a partir de então, começamos, magicamente, a expandir.

 

Há cinco anos, começamos a plantar cipó e chacrona, hoje já realizamos o nosso próprio feitio de Ayahuasca. Abrimos várias Portas, ampliamos os Núcleos e o número de instrutores cresceu.

 

Fizemos viagens iniciáticas em grupos cada vez maiores, com recursos dos próprios membros, e, orgulhosamente, posso afirmar que não temos dívidas financeiras, o que é maravilhoso.

 

A Era de Peixes está passando, vem chegando um novo momento. Com isso, cresce a responsabilidade diante de tudo o que precisa ser feito nos próximos milênios. Nesse início de século, devemos estar atentos para não levarmos para a nova Era coisas que não aprovamos, a começar pelo nosso próprio comportamento e pelas obras que realizamos.

 

Tudo deve refletir o NOVO, o transformado. Temos de dar o melhor de nós para nós mesmos e para as próximas gerações.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload