Porta do Sol

Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência

Para contribuir com este projeto clique aqui

Brasil

Copyright © 2015 Porta do Sol - Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência.

 

Todos os direitos reservados.

 

O conteúdo deste site tem seus direitos reservados e protegidos pela lei nº 9.610/88 (lei de direitos autorais). Não é permitida a modificação ou a reprodução total ou parcial por quaisquer meios sem autorização prévia e formal do Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência Porta do Sol

EFEITOS DA AYAHUASCA

 

Como a floresta de onde se origina, seus efeitos são fortes, intensos e definitivos. Durante milênios, curou o nativo por meio dos ensinamentos, abrindo sua intuição e fazendo-o se conectar com aquilo que deseja, tornando-se, assim, uma Planta Mestra, embora tenha sido, desde as descobertas das Américas, motivo de curiosidade científica. Importante dizer que é " lenda" afirmar que todos passam mal ao tomar o Sacramento. na realidade pode ocorrer uma limpeza, apenas isto, que esta longe de ser comparada com " passar mal"

 

Nós, leigos das cidades, analisamos que nos últimos cem anos conseguimos, a partir da observação direta, afirmar com segurança, embora estas afirmações careçam de comprovação científica, que a Ayahuasca ajuda a: - diminuir a depressão, religando-nos ao Princípio Divino, gradualmente;   - ajuda os corpos sutis, pois são sete os planos de manifestação da vida neste planeta que nos permitem viver num corpo físico.

 

Os sete planos, juntos, compõem o nosso corpo astral. A religação consiste em ajustar ou religar estes corpos sutis criando HARMONIA, que se manifesta no campo físico pelo alinhamento entre pensamentos, sentimentos e linguagem verbal ou fala; - ativa a memória, estimulando os neurônios.

 

Para isso são usados cantos arcaicos, de sílabas sonorizadas, que expressam a linguagem simbólica e têm como objetivo trazer as forças da Natureza e do Cosmos para a experiência humana que, desde o começo de sua presença na Terra, insiste em restabelecer o contato com o Divino. Não existe nada mais libertário do que o AMOR, a VERDADE e a HARMONIA.  

 

CONSENSO

É unanimidade que a Ayahuasca proporciona:

  1. a imortalidade da alma;

  2. a comunicação dos espíritos desencarnados com os vivos e vice-versa;

  3. a existência de uma inteligência dos vegetais e animais, capaz de se comunicar com os seres humanos;

  4. a capacidade humana de ver à distância;

  5. a capacidade humana de ver o futuro;

  6. a capacidade humana de ver o passado;

  7. a capacidade humana de ver o que acontece no presente em lugares remotos;

  8. a CAPACIDADE HUMANA de TRANSFORMAR e MUDAR seu Destino;

  9. que o coração e a mente do ser humano têm o direito Divino de vivenciar a paz interna (ORIGEM da PALAVRA CIPÓ, que vem da língua TUPI)

 

A HISTÓRIA DA AYAHUASCA - da RAINHA e do REI da FLORESTA

 

Sua história se divide em três partes: antes, durante e depois de MESTRE IRINEU SERRA.

 

As plantas usadas para o preparo do chá Ayahuasca são nativas da FLORESTA AMAZÔNICA, e existem nos territórios do Peru, do Equador, da Bolívia, da Venezuela e do Brasil há milhões de anos.

 

Em 1500, nativos já tomavam AYAHUASCA e hoje são cerca de 22 povos: Pano, Arák, Tukano, Yagua, Iaminawa, Kaxinawá, Jawahawá, Pojanawá, Katukina, Marubo, Sharanawa, Yaminawa, Ashanika, Makuna, Piro, Cuebeo, Desana, Barasana, Siona, Tatuyo, Guahibo, Záparos, além de muitos outros que não conseguimos relacionar ainda.

 

A maioria destes nativos têm como imagem ancestral de MESTRE ensinador uma “SERPENTE”. Em geral, a descrição deste SER é de uma Jibóia Branca (preta para os estranhos) que surge no plano espiritual para ensinar e orientar. Em geral, esta aparição é rara, mesmo entre nativos, e é ela quem ensina os cantos cantados pelo pajé nas cerimônias tribais de Ayahuasca.

 

Conta-se na Tradição que os trabalhos com a Ayahuasca foram revelados a três pessoas: os irmãos Antonio Costa e André Costa e depois ao Mestre Irineu.

 

AS ONDAS CEREBRAIS E A AYAHUASCA

 

As ondas cerebrais definem o padrão espiritual em que atuamos. São o meio de comunicação entre nosso cérebro, mente e corpo em forma de vibração elétrica. Nomeadas de ondas Beta, Alfa, Teta e Delta, a qualidade vibratória dessas ondas influencia diretamente a qualidade de vida e a saúde de cada um de nós.

 

Tipos de ondas cerebrais e estados de consciência:

  1. Delta 2-3.9 Hz sono profundo, inconsciência

  2. Teta 4-7.9 Hz profundo sono, meditação

  3. Alpha 8-12.9 Hz relaxamento, fase 1 meditativa

  4. Beta 13-30 Hz atividade diária

  5. Gamma 30 + Hz excitação, estado emocional elevado

 

A palavra mais ouvida por quem vai a um Trabalho com o Sacramento é: Respire.

 

A Ayahuasca leva 20 a 30 minutos para agir no cérebro. Irá, precisamente, se alojar na glândula Pineal. Neste interim, faz o cérebro funcionar em ondas Alfa. Depois vai ao Êxtase, em Theta, tudo de forma consciente, desperta.

 

Se houver desarmonia entre essas ondas cerebrais e a Emoção, inevitavelmente haverá "limpeza", ou seja, um encontro entre duas ondas, no sentido de buscar harmonia. Neste momento, todas as coisas pertencentes ao universo da emoção, como imagens, pensamentos criados durante a vida, imagens que tinham sido esquecidas, enfim, o lixo mental todo, afloram. Dependendo da relação e do entendimento que a pessoa tem dessas coisas, pode ser assustador ou não. Ultrapassada a barreira do medo, ou da "sombra", tudo irá fluir de forma confortável e até alegre..

 

Os rituais de Ayahuasca com os hinos, sons tribais e silêncios são justamente para dar suporte energético às pessoas, para que possam fazer este percurso mental com segurança, expandindo a consciência, ou seja, viajando pelas ondas cerebrais, harmonizando o lado esquerdo do cérebro com o direito, indo e vindo (ativando conscientemente as ondas beta, alfa, theta, delta e gama) e fazendo seus contatos internos em paz. Um grande número de distúrbios da mente são distúrbios de ondas cerebrais.

 

Se a pessoa consegue organizá-las dentro de um ritual, vai organizá-las durante a vida, recuperando a concentração (foco) e a serenidade (paz).

 

Lembro-me dos meus primeiros anos de uso da Ayahuasca, ficava com medo bem antes de começar, só continuava devido aos resultados positivos que conseguia obter no dia a dia.

 

Observava as pessoas mais antigas e reconhecia que elas eram pessoas bem equilibradas, e como fui melhorando mesmo sem notar esta melhora, meu amigos e amigos dos amigos me procuravam para tomarem comigo este chá, já que eu estava mudando tanto.

 

Era tão arrogante que não tinha dimensão de mim mesma, aquilo que idealizava como sendo eu não percebia que não era, e quando comecei a me aproximar mais deste modelo ideal achava normal e acreditava que eram os outros que não viam que eu era uma pessoa legal. Somente bem depois que notei o quão distante estava do que pensava ser e do que sou. Se fosse somente isso, para mim estaria muito bom, mas o processo todo espiritual que esta planta gerou foi além de minhas expectativas, dando-me dons que jamais pensei ter, como a poesia, a dramaturgia, a música, e devolveu-me o bom humor, a capacidade de rir de mim mesma.

 

Estou consciente de que o bom humor foi a conquista mais difícil, pois melhorar eu melhorava, mas tinha recaídas, que aos poucos foram sendo distanciadas umas das outras. Comecei a ficar um pouco mais serena e a resolver minhas questões pessoais com mais tranquilidade e controle das emoções, suportar mais a vida. Por mais Trabalhos que faça, por mais que goste de ser útil a outras pessoas, sempre faço os Trabalhos pelas minhas próprias razões.

 

Ousar escrever sobre algo tão íntimo como o próprio transe, e comentar sobre os transes todos de que tenho sido testemunha, os resultados visíveis nas pessoas, é uma obrigação; mesmo que não encontre palavras certas, com certeza encontrarei fatos que o justifiquem.

 

Não pretendo falar de forma científica, pois não tenho formação acadêmica para isto, falo com o coração, sem querer envolver mais do que o necessário a questão da fé e do espírito. Sei que o ser humano pode fazer por si mesmo muitas conquistas mentais e espirituais, que muita coisa que atribuímos ao mundo espiritual é coisa que todos podem conseguir sendo de que religião for, ou até ateu. Mas tem coisas que vão além desta materialidade toda, que ultrapassam as fronteiras da razão lógica, que não podemos expressar em palavras, mas que existem.

 

A isso dou o nome de O INOMINÁVEL ou de DEUS.

 

PRINCIPIO ATIVO DO CHÁ

 

O Cipó (Banisteriopsis Caapi) contém beta-carbolinas: harmina, harmalina e tetrahidroharmina. O nome popular do cipó usado na Porta do Sol é Douradinho Negro e Douradinho e o Tucunaca. A Chacrona (Psychotria Viridis e Diplotes Cabreana) contém o alcalóide N. N. – Dimetiltriptamina (DMT), substância que se ingerida sozinha, torna-se inativa devido à atuação da Monoamina-oxidase (MAO). Seu nome popular é Cabocla.

 

O tempo que demora para surtir efeito no organismo após sua ingestão (300mg mais ou menos, conforme a concentração do chá) é de 20 a 30 minutos. Após atingir o intestino delgado, seu principal alcalóide psicoativo é absorvido pela corrente sanguínea e segue até o sistema nervoso central, onde produz uma interatividade das funções cerebrais perceptivas, cognitivas e mnemônicas.

 

Obs: No entanto, dependendo da forma como o chá foi produzido, seu efeito pode demorar mais para acontecer – como também pode não acontecer nada. Outro dado importante é que o transe de Ayahuasca é incontrolável, mas na realidade incontrolável é o pensamento de todos nós, pois a Ayahuasca vai agir na região do cérebro, do pensamento.

 

E como a maioria dos seres humanos não tem disciplina mental, ao entrar em contato com este chá, acaba achando que está diante de algo que o domina, quando na verdade é o próprio pensamento consciente e inconsciente que está descontrolado. O chá apenas mostra isto e como alcançar a disciplina mental necessária para termos um contato tranquilo.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload