Porta do Sol

Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência

Para contribuir com este projeto clique aqui

Brasil

Copyright © 2015 Porta do Sol - Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência.

 

Todos os direitos reservados.

 

O conteúdo deste site tem seus direitos reservados e protegidos pela lei nº 9.610/88 (lei de direitos autorais). Não é permitida a modificação ou a reprodução total ou parcial por quaisquer meios sem autorização prévia e formal do Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência Porta do Sol

COMPREENDENDO O TRANSE DE AYAHUASCA

 

O Caminho da mente no transe de Ayahuasca certamente não é o único, mas é o mais eficiente.

 

É importante ressaltar inicialmente que o transe com o sacramento, que é a união entre a Ayahuasca e o ritual, é um transe consciente e incontrolável. Incontrolável, mas consciente, por isso os aprendizados e valores adquiridos em transe continuam em ação para o resto de nossas vidas. Outro dado significativo é que o chá não cria dependência. As doses oferecidas nos rituais, que variam de pessoa para pessoa, depois de um tempo, começam a diminuir mas se obtém os mesmos resultados das dosagens regulares.

 

É importante dizer que existem variações de intensidade do chá Ayahuasca, variando em graus de força e coloração, do marrom ao preto azulado, do líquido ao melado, do de gosto avinagrado ao adocicado. Isso depende das pessoas (alquimista ou feitor) que o produzem.

 

Não importam os métodos, todos irão entrar em transe. Como os estados expandidos da mente são desconhecidos pela maioria da população, geram muito medo.  

 

A diferença está no entendimento entre uma forma e outra, nos objetivos do ritual e na maneira como o ele é feito. Mesmo sendo o transe um estado comum a todos, os resultados podem diferir. No entanto, todos têm a oportunidade de acessar níveis mentais e espirituais especiais porque Ayahuasca é Ayahuasca, desde que usada sem nenhuma mistura com outras plantas, nem antes, nem durante e nem depois do ritual.

 

Antes, preciso dizer que o transe pode ser conseguido sem o sacramento, pois o ser humano tem a capacidade de transcender a si mesmo, seja religioso ou não. Assim, o transe pode ser alcançado por outros meios como longas práticas religiosas ou após um evento traumático como a perda de um ente querido ou uma doença de difícil cura. Pode também ocorrer com todos estes fatos misturados mais o sacramento. O uso do sacramento torna os resultados do estado alfa, ou seja, do transe, mais rápidos e mais conscientes na maioria dos casos.

 

Não podemos afirmar, pois não existe pesquisa a respeito, mas esta é uma observação direta nestes 30 anos de vivência com o sacramento. Muitas vezes a pessoa sente que tudo que ela vivencia em transe vem dela mesma, não reconhece a influência do outro, desencarnado ou encarnado. Da mesma forma como reconhece minimamente a influência do meio ambiente, da alimentação, da genética, da vida ao lado do outro. Estas pessoas classificam-se como racionais, realistas ou lógicas.

 

Não importa no que acreditam, uma vez em transe entrarão em contato com tudo. Rapidamente, chegará o momento em que terão de admitir que o outro existe e que existe algo mais inteligente do que nós. Algo que, na falta de palavra melhor, podemos chamar de Deus, divino ou algo equivalente. Voltando ao nosso tema que é o transe: num transe com sacramento, a inconsciência só ocorre durante um dos pequenos períodos da morte xamânica que, para quem a vivencia, paracer ser uma experiência longa ou eterna.

 

O que acontece quando o sacramento começa a fazer efeito? No primeiro momento, ocorre passagem do estado beta (desperto) para o alfa (meditativo ou mediúnico ou paranormal). Entre um momento e outro, ou durante os vários níveis de beta e alfa, ocorre o contato com as imagens pensamentos criadas por nós ao longo da vida da mesma forma que captamos automaticamente os sentimentos daqueles que estão a nossa volta como se fossem nossos, chega tudo misturado.

 

Minutos depois, passamos para a liberação dos conteúdos do inconsciente que são informações descartadas ou recolhidas por nós mesmos automaticamente para uso futuro, como os mitos e elementos da educação pessoal recebida na infância, assim como os medos e traumas vividos. Depois, ou ao mesmo tempo, começamos a entrar em um outro tempo de contato com múltiplas inteligências que possuímos e estavam adormecidas ou inacessíveis em estado desperto.

 

É quando o Eu superior se manifesta e acontece a telepatia com passado e futuro e, ainda, e os fenômenos paranormais. Podemos estabelecer contato com inteligências cósmicas e telúricas de outras dimensões, como também entrar em êxtase total. É quando entramos no universo do inenarrável, do sem palavras para contar como tudo se passou, é quando podemos ultrapassar o conhecido e fazer contato com os mistérios. Na hora que isso ocorre parece ser inesquecível.

 

À medida em que nos afastamos mentalmente deste estado, resta a lembrança de ter estado lá, embora não saibamos jamais descrevê-la pois este universo divino é auto-protegido. Esta experiência é suficiente para transformar a vida e para o indivíduo sentir-se salvo!

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload