CANTOS SAGRADOS

 

 

Os cantos sagrados são o carisma de cada grupo/igreja daimista, sejam as chamadas de origem indígena ou o hinário, como o Mestre Irineu chamou o conjunto de cantos entoados nos Trabalhos de Ayahuasca.

 

Na medicina tradicional dos nativos brasileiros, os cantos, chamadas e ícaros têm papel fundamental na transmissão dos ensinamentos espirituais. Todas as culturas trazem sua voz ao mundo por meio do bálsamo de cura que é o canto. Por meio da música, do canto e do contar histórias, as sociedades praticam a permanência dentro de seus espaços sagrados.

 

Algumas tradições afirmam que uma das formas de se manter ligado ao Grande Espírito é cantar pela sua vida. Na África, diz-se que "se puder falar, pode cantar; se puder andar, pode dançar". Os grupos sociais da Oceania acreditam que se quiser saber como falar a verdade, deve começar a cantar. Essas sociedades antigas há muito entenderam que “cantar é um recurso de cura" (ARRIEN, Angeles, 1997:70).  

 

Na Porta do Sol, os hinos apontam a direção espiritual dos Trabalhos, indicando o tipo de Trabalho que está sendo feito pelo grupo.

 

Os hinos da Porta funcionam como condutores ou guias nos Trabalhos em que se comunga o sacramento da floresta, portanto, o hinário cantado é de uma importância infinita. Os hinos são recebidos do plano astral por Ana Vitória. Temos dois hinários: o dos Trabalhos de Lua e o dos Trabalhos de Intercessão. Em datas especiais, além desses hinários, cantamos o hinário do Mestre Irineu e os hinos conhecidos como Diversões do Mestre Irineu.

 

Nas Rodas de Capoeira, entoamos cantos e chamadas recebidas por Ana Vitoria e pelos membros da Porta do Sol. Nos feitios do sacramento, também os hinos recebidos pelos membros são cantados, mas não chegam a constituir um hinário, apenas um "livro musical de folhas soltas". Nos Trabalhos, todos os participantes cantam juntos e os hinos são puxados por uma banda, sob a direção do dirigente espiritual. Os instrumentos mais usados são o maracá, o tambor, a flauta, o teclado e o violão. Os dirigentes usam a harpa.

 

Os hinos de todos os grupos e igrejas formam a grande "biblioteca espiritual" de grande valor cultural e de extrema importância para as gerações futuras que saberão através destes escritos como e quais forças atuaram na virada da Era de Peixes para a Era de Aquário, apontando o caminho espiritual dos seres humanos no futuro.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Porta do Sol

Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência

Para contribuir com este projeto clique aqui

Brasil

Copyright © 2015 Porta do Sol - Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência.

 

Todos os direitos reservados.

 

O conteúdo deste site tem seus direitos reservados e protegidos pela lei nº 9.610/88 (lei de direitos autorais). Não é permitida a modificação ou a reprodução total ou parcial por quaisquer meios sem autorização prévia e formal do Centro de Estudos Xamânicos de Expansão da Consciência Porta do Sol